About Antonio Alves

Consultor SEO em Portugal Serviço de Publicidade no google e facebook

¿Conoces la diferencia entre el jamón ibérico y el jamón serrano?

Hace muchos años, en España, todos los jamones curados se llamaban “serranos”, independientemente de si se producían a partir de cerdos ibéricos o celtas. Alrededor de las décadas de 1940 y 1950, comenzó a aumentar el consumo de alimentos de calidad, lo que llevó a una diferenciación entre los dos tipos. Cabe mencionar que son productos muy diferentes, siendo similares solo en el proceso de curado.

El jamón ibérico procede de cerdos ibéricos, que presentan unas características morfológicas y genéticas únicas. Los cerdos son de piel oscura y viven en libertad en el oeste y suroeste de la Península Ibérica (España) y se alimentan de raciones preparadas con cereales, y cuando están en zonas de pastos se alimentan de forma natural, con bellotas (tipo de frutos de cáscara dura, parecidos a las castañas, son de encinas), hierbas aromáticas y pastos en general.

La producción de estos cerdos es limitada, por circunstancias geográficas, ya que se producen en las comarcas de la Sierra de Huelva, Guijuelo, Extremadura y Los Pedroches, que disponen de un espacio limitado. Por este motivo, el jamón ibérico se considera escaso, teniendo una calidad excelente y un precio elevado.

Representa sólo el 10% de la producción de jamón curado en España. Tiene una textura y un aroma únicos, distinguibles de otros jamones. El sabor es más dulce, un poco más graso y el sabor es más acentuado por el tipo de animal y por la curación, que es como mínimo de 14 meses, no superando los 36 meses.

Jamon Iberico Don Faustino

Jamón serrano, como su nombre lo indica, se produce en zonas montañosas (montañas). Procede de cerdos de origen celta o americano, de las razas Duroc, Pietrain, Landrace o Large White y se crían en producciones intensivas, alimentándose con raciones elaboradas con cereales, por lo que tiene un sabor más suave y ligero. Este tipo de jamón cumple con los criterios de calidad de la Unión Europea y representa alrededor del 90% de la producción. Tiene una curación de al menos 9 meses en un proceso de maduración natural, pero la media es de 12 meses y al tener denominación de origen protegida (D.O.P.), cumple con los estándares de calidad del consorcio Jamón Serrano Español, la producción se lleva a cabo solo en España, dispone de certificación europea E.T.G. (Especialidad Tradicional Garantizada) que ampara la denominación “Presunto Serrano”, todas las piezas cuentan con un número de control, que puede ser por un sello de calidad, por el logo del Consórcio do Presunto Serrano Español o por una etiqueta numerada, cabe mencionar que todos presenten la marca a fuego.

Ambos jamones son apreciados por todos, tienen un sabor intenso y suave a la vez, dejando un postgusto ligeramente sutil y persistente, tienen un aroma agradable, a veces con recuerdos a frutos secos, y tienen una textura firme pero delicada. Se pueden disfrutar en ensaladas, bruschetta, tapas o bocadillos.

Aparelhos dentários visíveis e invisíveis

Os aparelhos dentários não são apenas para adolescentes e cada vez mais adultos estão a escolher usar aparelho dentário invisível para endireitar os dentes. Agora existem vários tipos diferentes de alinhadores:

– Alinhadores metálicos

Este tipo de alinhadores são geralmente a opção mais barata mas também a que mais se nota quando sorri. Este tipo de aparelho dentário prende um fio fino no lugar com elásticos para colocar pressão sobre os dentes e movê-los para o lugar desejado. Além de ser bastante visível este aparelho pode causar irritação na gengivas e bochechas e , claro a partir do momento que o coloca tem de ter cuidado com a alimentação, evitando assim coisas pegajosas como pastilha elástica ou caramelos.

– Alinhadores de Cerâmica

Estes alinhadores são semelhantes aos metálicos mas a sua cor cerâmica combina com a cor dos dentes evitando que seja tão visível. Embora os aparelhos não fiquem manchados os elásticos podem descolorir facilmente, principalmente se consumir alimentos ou bebidas que mancham os dentes como o café. O seu dentista irá substituir os elásticos de todas as vezes que for ajustar o aparelho.

– Aparelhos Invisíveis

Os aparelhos invisíveis como o Invisalign são os mais caros pois são completamente invisíveis e só você sabe que está a usá-lo.Podem ser removidos para comer e para escovar os dentes. Este tipo de aparelho ortodôntico funciona melhor em pacientes que não têm problemas significativos nos dentes.

A vantagem do Invisalign é que é invisível e relativamente aos aparelhos dentários convencionais, exige menos visitas ao dentista.

É claro que cada pessoa é um caso e a decisão de qual aparelho será adequado passa por si e pelo seu dentista.

Invisalign Lisboa

Prepare seu sorriso para o melhores momentos do Verão

Antes de chegar o Verão em que sabe que gosta de ficar radiante, deve preparar seu rosto com bastante antecedência.

Prepare seu sorriso para os melhores momentos do ano

O nosso sorriso é algo que nos faz sentir melhor quando estamos com os outros, nos fortalece e, acima de tudo, nos liberta porque podemos falar e rir sem complicações. Isso nos traz bem-estar e felicidade, pois com essa atitude de positividade, levamos nossa cota de alegria para aqueles momentos compartilhados com amigos e familiares. Neste artigo mostramos as melhores ideias para ter um belo sorriso.

Também sabemos que nosso rosto perde sua luminosidade com o tempo por muitos motivos. As relacionadas aos dentes podem variar desde as mais simples, como o aparecimento de manchas nos dentes, até as mais complexas, como a perda de peças. Dos relacionados à pele, o mais importante é a passagem do tempo.

Os motivos, em ambos os casos, podem ser devido ao tabagismo, alimentação inadequada ou higiene dental inadequada.

Para recuperar o sorriso que mais gosta e recuperar a luminosidade facial perdida, existem várias opções  e vamos propor as mais comuns, que são as que os nossos pacientes mais solicitam e as que sabemos que dão os melhores resultados.

As ideias para ter o sorriso mais bonito que aqui propomos não demoram muito para ver os resultados, embora seja aconselhável que consulte os nossos especialistas da Clínica Stoma o mais cedo possível. São tratamentos folheados dentais, clareadores dentais, faciais ou rejuvenescimento ocular, dos quais vamos falar um pouco para que você escolha o que mais lhe interessa.

Folheados dentais

A solução das facetas dentárias consiste em fixar tampas na superfície dos dentes de forma a esconder manchas ou imperfeições dentárias e pequenas rupturas. Logicamente, devemos ter o dente; Se este não for o seu caso, você deve pensar em outro tratamento mais complexo, como implantes dentários.

Existem dois tipos de facetas dentárias; porcelana e resina composta, ambas vão fazer seu sorriso ter a alegria que você queria recuperar.

Neste artigo falamos sobre o resultado das facetas dentais de porcelana >>

Clareamento dental

Conseguir um sorriso brilhante é o tratamento mais simples que propomos. Consiste na aplicação de um gel de peróxido de hidrogênio ou carbamida que reduz a cor dos dentes em vários tons. Para agilizar o processo, podem ser realizadas sessões com lâmpada de energia ou laser.

Sempre antes, nossos especialistas farão com que não haja contra-indicações para a aplicação deste tratamento.

Com um tratamento de clareamento você alcançará o objetivo de ter um belo sorriso.

Sobre o clareamento dos dentes, neste artigo você pode aprender mais sobre o tratamento de clareamento dos dentes >>

Tratamentos faciais

Se o que se deseja é recuperar uma pele lisa e luminosa, propomos os tratamentos com fios tensores, plasma rico em plaquetas ou o tratamento com ácido hilaurônico.

O tratamento com fios de tensão, que é o efeito lifting sem cirurgia, nos fará recuperar a flacidez facial e a elasticidade da pele do rosto. Por outro lado, com o tratamento com plasma rico em plaquetas, também denominado PRP facial, damos à nossa pele proteínas do próprio corpo para recuperar a sua espessura e elasticidade. O tratamento com ácido hilaurônico proporciona grande hidratação à pele devido à sua capacidade de reter água, sendo muito adequado no combate às rugas cutâneas.

Manual de bons hábitos se usas ortodontia invisível

Muitos de nossos pacientes são submetidos a tratamentos ortodônticos para solucionar problemas de alinhamento dentário e mordida. Graças a sistemas como ortodontia invisível, ou aparelho ortodôntico, é possível desfrutar da saúde bucal enquanto melhora a estética dos dentes. Uma das chaves para o sucesso desses tratamentos é a manutenção de bons hábitos. Abaixo algumas dicas muito úteis.Manual de bons hábitos se usas ortodontia invisível

Bons hábitos se você usa ortodontia: higiene dental é essencial

Um dos pilares da boa saúde bucal é a higiene. A escovação com creme dental, o uso de fio dental e enxaguatórios bucais – sempre orientados pelo especialista – são a forma mais eficaz de evitar a ação de bactérias e o aparecimento de patologias como cáries ou periodontites.

Após a colocação de um sistema ortodôntico, o paciente não deve descuidar desses hábitos, pois deles dependerá em grande parte a correta evolução do tratamento e o bom estado dos dentes. Dependendo do tratamento, a higiene deve ser mais ou menos completa. No caso da Ortodontia invisível, por ser um sistema removível, permite a retirada da tala tanto para limpeza quanto para escovação.

Por outro lado, se você usa aparelho ortodôntico, é aconselhável dedicar um pouco mais de tempo à higiene, pois é comum que restos de comida fiquem presos. Existem pincéis desenhados especificamente para facilitar a tarefa e também é conveniente incluir o uso de um irrigador oral na rotina.

Tome cuidado especial com sua dieta

Outro dos bons hábitos do uso de ortodontia que você deve levar em consideração é o controle dos alimentos que ingere. Os sistemas de suporte, sejam de safira, porcelana, metal ou lingual, podem quebrar se alimentos duros ou pegajosos forem mastigados. Portanto, enquanto esses tratamentos ortodônticos duram, é importante evitar alimentos com casca, como nozes ou frutos do mar.

No caso da ortodontia invisível, o paciente pode retirar a tala para se alimentar e assim prevenir qualquer um desses problemas.

Respeite os tempos de tratamento

Qualquer que seja o tratamento ortodôntico a seguir, sua duração é determinada através do diagnóstico, e posteriormente é regulada de acordo com a evolução. Para que o tratamento tenha sucesso, é necessário que o paciente use o aparelho / tala pelo tempo definido pelo especialista. Isso é algo a se ter em mente principalmente no caso de tratamentos ortodônticos removíveis, onde o paciente deve retirar o alinhador apenas para comer ou para a rotina de higiene bucal.

Siga as instruções do especialista á letra

Seja qual for o seu tratamento ortodôntico, você deve rever periodicamente sua evolução na clínica odontológica. Essas sessões de controle são essenciais, pois o especialista determinará se o progresso é esperado e também poderá orientá-lo ao longo do tratamento. Durante essas sessões, o paciente pode fazer perguntas sobre como usar a cera para os braquetes, como colocar corretamente os elásticos do aparelho ou como proceder se um braquete se desprender ou quebrar, entre outras questões.

Clínica do Marquês, sempre consigo

Se quer melhorar a saúde e a estética de seus dentes, não pense mais. Marque uma consulta e iremos informá-lo sobre os diferentes tratamentos ortodônticos em Lisboa.

Marketing em clínicas dentárias: ideias de marketing para dentistas em 2022

Aqui desvendamos as chaves para desenvolver campanhas de marketing e publicidade para clínicas odontológicas ou centros odontológicos. Damos-lhe ideias de marketing para promover e divulgar a sua clínica dentária e poder realizar estratégias eficazes de marketing multicanal para empresas do setor odontológico.

Conhece o setor odontológico?

Hoje em dia, a publicidade é uma parte fundamental para promover a visibilidade e visibilidade de qualquer negócio. No entanto, a atividade de publicidade no mundo da saúde deve estar ligada a uma série de considerações legais, a fim de mostrar informações reais e garantir aos usuários que as informações fornecidas não são falsas. Este tipo de atividades deve ser governado pela responsabilidade e pelo respeito das boas práticas.

Transparência e veracidade são necessárias para evitar qualquer risco e é por isso que existem clínicas que fogem da publicidade com promoções baratas, já que o baixo custo delas indica o uso de materiais de baixa qualidade ou tratamento ineficaz.

Para desenvolver um bom plano de marketing para sua clínica odontológica, é essencial conhecer o setor e o mercado em que se movimenta. Para fazer isso, deve se perguntar uma série de perguntas como:

Sua empresa é local ou nacional (franquias)? Com base nisso, deve considerar o escopo das ações de marketing para sua clínica odontológica e os canais ideais para alcançar seu público.

Quem são seus concorrentes? Conheça seus rivais diretos e, claro, tome como referência as melhores práticas de outras empresas e adapte-as à sua própria empresa, incluindo melhorias.

Está atualizado com os últimos desenvolvimentos no setor odontológico? É importante estar atualizado sobre todo o conhecimento do setor para não perder as últimas notícias ou tendências que possam ser mais interessantes para o seu público-alvo.SEO Dentistas

Conhece todos os seus clientes?

A fim de planear uma campanha publicitária para clínicas dentárias, deve ter em mente que, se quiser atrair clientes, a primeira coisa a fazer é definir seu cliente ideal. Conhecer os perfis dos seus potenciais clientes irá ajudá-lo a conhecer as motivações que levam os seus clientes a irem à sua clínica dentária e não a outro estabelecimento.

Deve ter em mente que, mesmo que o seu negócio seja voltado para todos os públicos, nem todos vão para ele pelo mesmo motivo. Seus preços, seus serviços, a localização das instalações, o tratamento recebido, são aspectos que hoje em dia as pessoas valorizam muito em uma empresa local.

Se deseja atrair clientes para sua clínica odontológica, recomendamos definir pelo menos quatro a seis perfis de diferentes clientes em potencial.

Neste tipo de setor relacionado à saúde, o que o cliente está procurando é a qualidade e confiança que este serviço pode proporcionar.

Hoje em dia, devemos ter em mente que os consumidores não chegam através de um canal, mas que existem diferentes maneiras pelas quais pode obter os pacientes de sua clínica. Por essa razão, é interessante definir diferentes canais para atrair e atrair seus futuros clientes.

Pensando no que precisa ou deseja, cada um pode programar ações de marketing off-line e on-line focadas em cada tipo de cliente.

Invisalign a estrela da 2022

Tornou-se a técnica preferida para aqueles pacientes que precisam de ortodontia.

A pandemia que vivemos e as máscaras que usamos diariamente fizeram com que a invisível ortodôntica da Invisalign se tornasse a protagonista indiscutível do novo ano no que diz respeito ao alinhamento dos dentes. Como você sabe, é uma cobertura odontológica transparente que, graças a um design feito por um complexo software de computador e tecnologia de impressão 3D, representa um avanço quantitativo nas técnicas ortodônticas.

Invisalign

Mas a questão que surge imediatamente quando você vai a uma clínica dentária e eles sugerem esse tratamento é por que Invisalign? Por que não escolho o aparelho? Quais são as vantagens e desvantagens na escolha de uma ou outra técnica?

Assumindo que a saúde está em primeiro lugar e que, neste caso, os dentes devem ter saído em tempo hábil para evitar diferentes patologias mais graves como bruxismo, problemas de ATM, má digestão por mastigação incorreta ou doenças periodontais diferentes, o fator estético assume em uma relevância especial. Embora as diferentes ações no campo da Ortodontia sejam indicadas para todas as idades, o lógico é atuar o mais cedo possível, quando em uma idade precoce for detetado algum problema por perda de peças, desalinhamento, etc.

Tratamento 100% estético

Ser capaz de mostrar um sorriso é relevante para adolescentes e adultos que cada vez mais evitam o aparelho ortodôntico por causa do desconforto, seja ele metálico, de cerâmica, safira ou resina. Dependendo do material de que são compostos, apresentam uma série de características que em nenhum caso bastam para competir com o Invisalign. Sua tecnologia 3D virtual garante que os alinhadores se adaptem perfeitamente aos dentes e sejam muito menos visíveis do que qualquer outro tipo de ortodontia, graças às suas talas transparentes. Como uma luva!

Conforto e eficiência

Entre os grandes benefícios do Invisalign, uma técnica inovadora sobre a qual dois jovens estudantes da Stanford University teorizaram há mais de 30 anos, está a possibilidade de colocá-lo e tirá-lo quando quiser, sem precisar ir a um dentista. Comer, escovar os dentes, ir a uma reunião, beber … pode levar sempre que quiser! Mesmo assim, é importante ressaltar que, para que as talas tenham o efeito desejado, é necessário respeitar as instruções de uso do ortodontista: use por cerca de 22 horas por dia.

Maior segurança

Ao contrário do que acontece com os aparelhos fixos, com Invisalign você não terá que se preocupar com irritações, feridas e desconforto na boca causados ​​por peças metálicas. A ausência de metal ou pontas afiadas torna o Invisalign confortável de usar, anti-alérgico e você pode comer qualquer coisa sem medo. Desta forma, é também a Ortodontia mais indicada para atletas e músicos.

Resultados previsíveis

No momento da primeira consulta e uma vez identificado o problema, é realizado o chamado clinck-check, que nada mais é do que uma simulação exata e personalizada do resultado final da ação nos dentes com base em micro- movimentos que corrigem posições problemáticas. Oferece uma melhor apreciação visual do tratamento e um planejamento mais fácil graças a uma simulação 3D virtual: você poderá ver como ficarão seus dentes antes de iniciar o tratamento.

Melhor higiene oral

Ao contrário do que pode acontecer com a ortodôntica interoceptiva ou corretiva, o Invisalign não apresenta contraindicações alérgicas: permite uma limpeza completa dos dentes e não gera nenhum tipo de emergência médica devido ao descolamento de qualquer uma das âncoras de outro tipo de ortodontia. Com isso, o risco de doenças e patologias como cáries ou gengivite, além do mau hálito, é reduzido.

Menos visitas ao dentista

Embora esse aspeto para alguns não pareça tão relevante, a realidade que vivemos atualmente nos faz prestar mais atenção a ele. Você só terá que fazer um check-up a cada 6 ou 8 semanas aproximadamente. Isso porque é um tratamento que pode ser feito em casa, sem complicações.

Dicas para perder o medo do dentista

O tema do medo do dentista é algo que conhecemos há décadas e provavelmente séculos. E é que problemas de saúde nos dentes e na boca, além de causar tantos transtornos no dia a dia, podem ser muito dolorosos. Os dentes e gengivas são áreas muito sensíveis e qualquer ação sobre eles pode resultar em dores muito agudas.

Não ajuda que alguns dos instrumentos usados ​​por profissionais possam ter uma aparência (e som) hostis. Embora, então, como todos sabemos, não seja muito menor e tanto as revisões como as intervenções sejam muito suportáveis.

Mas, principalmente nas primeiras vezes que você vai a uma clínica odontológica ou a um determinado dentista, o medo pode aparecer. Se você acha que isso pode acontecer com você ou se tem um medo do dentista que não sabe resolver, aqui vamos lhe dar algumas dicas para deixar tudo melhor.

Dicas para perder o medo do dentista

Familiarize-se com a clínica e dentista

Se você ainda não tem seu dentista familiar, uma das melhores coisas que você pode fazer é encontrar uma clínica que inspire confiança. Seja pela localização, pelas avaliações na internet ou porque você tem familiares e amigos que lhe deram boas referências, se você não é totalmente novo nessa experiência é muito mais fácil começar com o pé direito.

Também pode solicitar uma visita para conhecer a clínica e o dentista, ou vir pessoalmente marcar o seu primeiro encontro e, assim, familiarizar-se com as instalações. Tudo o que você fizer nesse sentido – e isso for possível para você – o ajudará a perder o medo inicial do dentista.

Planeie uma primeira visita fácil

Os motivos pelos quais você pode ir ao dentista são muitos e de diferentes graus de gravidade. Nossa recomendação é que você planeje sua primeira abordagem para algo que seja simples, como um check-up geral ou limpeza. Esses tipos de tratamento não são dolorosos, invasivos ou longos, então seus motivos de preocupação precisam ser menores, você pode ir com mais paz de espírito.

Na mesma linha, recomendamos que você nunca espere por uma emergência para ir ao dentista pela primeira vez. Talvez um dente quebrado ou uma dor de dente inesperada o leve a solicitar uma consulta com pressa e, por medo do dentista, você terá que adicionar o estresse devido à emergência médica.

E organize sua chegada para que tudo seja fluido e natural

Com isso, o que queremos dizer é que você não se deixe levar pela ansiedade e não faça sua visita ao ambulatório muito cedo. Se você chegar bem antes do horário, o tempo na sala de espera pode ser longo e isso pode prejudicar seu humor.

Sempre que puder, leve uma pessoa de sua confiança para acompanhá-lo nos momentos de chegada à clínica e no aguardo de sua entrada na consulta. Isso o ajudará a se sentir mais confiante e a se distrair durante os minutos anteriores.

Seja sincero e expresse-se claramente

Dentistas e todos os profissionais da clínica estão acostumados a lidar com pacientes e todos os tipos de doenças. Eles não ficarão surpresos se você lhes disser que essas situações são novas ou que não são confortáveis ​​para você. Ao contrário, pode ajudá-los a atender você de forma mais próxima e a fazer você se sentir mais calmo.

Ao perceber algum problema ou sentir algum desconforto, avise seu dentista. Também é bom se você perguntar a eles todas as perguntas que tenha ou mesmo se pedir uma ajudinha extra, como sedação consciente. Da mesma forma, pode perguntar-lhes sobre a possibilidade de trazerem alguma música para o descontrair e distrair durante a visita.

Se necessita de um dentista e procura uma clínica dentária em Lleida, na Brånemark Madrid teremos o maior prazer em receber a sua visita, não hesite em nos contactar.

Endodontia com Microscópio

A endodontia é um procedimento terapêutico para manter o dente afetado por uma cárie que já atinge a polpa, que é o tecido mole que fica dentro do dente e que possui vasos sanguíneos e nervos, esse processo normalmente está associado a um processo infecioso é por isso que a grande maioria dos pacientes relata dor e / ou sensibilidade ao frio e / ou calor e por isso procuram a consulta.

Endodontia com Microscópio

A endodôntica é frequentemente necessária porque o dente sofreu um trauma.

O tratamento endodôntico consiste em detectar o número de canais e a entrada neles, determinar o comprimento e o preparo biomecânico adequado e a posterior obturação com selamento hermético dos mesmos.

Com o microscópio, as técnicas operatórias não são modificadas, mas a precisão e exatidão do procedimento são multiplicadas graças à ampliação e ao aumento da iluminação.

Podem ser vistas fissuras e lugares impossíveis, canais calcificados e anatomias radiculares complexas podem ser alcançados e, assim, alcançar resultados muito mais seguros e eficazes para o paciente.

Seu manejo não é fácil, mas um especialista em endodontia e treinado em microscopia terá vantagens no diagnóstico e no tratamento.

Na Clínica Dentária Ortodôntica do Marquês em Lisboa oferecem tratamentos em todas as áreas da saúde oral; Periodontia, Cirurgia, Prótese, Estética, Reabilitação, Ortodontia, Odontopediatria e Endodontia onde contamos com especialistas em cada área.

As melhores clínicas odontológicas devem ter especialistas bem treinados em cada área e ter tecnologia que eles saibam utilizar e assim alcançar os melhores resultados nos tratamentos.

Conheça os tipos de ortodontia e como funcionam seus tratamentos

A ortodontia é uma especialidade odontológica que tem o objetivo de mudar a estética e a funcionalidade do sorriso, podendo corrigir dentes tortos, melhorar a mordida cruzada, fechar o espaço entre os dentes da frente e até melhorar a dicção dos pacientes. Por isso, é importante que se conheça os tipos de ortodontia.

tipos de ortodontia e como funcionam seus tratamentos

Se uma pessoa tem problemas com a sua arcada dentária, notando que ela está entortando, que o sorriso está desalinhado ou que um dente está nascendo em cima do outro, o ideal é que ela procure um ortodontista o mais breve possível.

Isso para que o profissional identifique o problema e suas possíveis causas, indicando o melhor tratamento para a correção do problema.

Um dos procedimentos mais usados é o uso de aparelhos, pois ele consegue consertar a maioria dos problemas na arcada dentária, contribuindo com a estética e a funcionalidade da cavidade oral.

Apesar de muito benéfico, muitas pessoas não se sentem confortáveis de realizar

tal procedimento devido ao impacto estético causado no sorriso.

Por isso, a odontologia desenvolveu formas de amenizar esse problema, como o aparelho ortodontico transparente e o modelo invisível, recuperando a mordida ao mesmo tempo em que a aparência é preservada e aperfeiçoada.

O ortodontista irá trabalhar para garantir um sorriso mais bonito e funcional para o seu paciente.

Assim, o tratamento ortodôntico vai ajudar não só na posição dos dentes, mas também a desenvolver a função adequada da mastigação, deglutição e fala, além de diminuir disfunções na articulação temporomandibular.

Como saber se é necessário realizar o tratamento ortodôntico?

Existem algumas situações que indicam a necessidade de um tratamento ortodôntico, veja quais são:

  • Sobremordida;
  • Mordida cruzada anterior;
  • Mordida cruzada;
  • Mordida aberta;
  • Desvio de linha mediana;
  • Diastema;
  • Apinhamento.

Tipos de tratamentos para ortodontia

Existem vários tipos de tratamentos ortodônticos para a resolução de problemas estruturais da arcada dentária, seja ela unitária, parcial ou integral.

A ortodontia se baseia, principalmente, em aparelhos que colocam uma leve pressão nos dentes e ossos maxilares para a readequação posicional do sorriso.

O tipo de aparelho será definido pelo profissional a partir da gravidade do problema do paciente e seus desejos, definindo o tratamento mais adequado para determinada situação.

Aparelho fixo

O aparelho fixo é o mais comum dentro da ortodontia. Ele consiste em bandas, fios e braquetes.

As bandas são fixadas no entorno de um ou mais dentes e tem função de âncoras para o aparelho, enquanto os braquetes ficam presos na parte externa do dente.

Os fios ficam em forma de arco, passando por entre os braquetes e são ligados às bandas.

O arco é apertado, estimulando a movimentação dental. Assim, os dentes são tracionados, o que faz com que eles se movimentem gradualmente para a posição correta. 

Geralmente, os aparelhos fixos são apertados de mês em mês e o prazo para resultado costuma ocorrer a partir do segundo ano, mas há diferentes prazos que são estabelecidos de acordo com a necessidade do paciente.

O interessante desse tipo de tratamento ortodôntico é que é possível escolher cores para o aparelho, sejam mais vivas ou mesmo tons mais claros, conforme a preferência do paciente.

Aparelho transparente ou estético

O aparelho estético também é voltado para correção da mordida, oferecendo o mesmo tratamento dos aparelhos convencionais, melhorando imperfeições e o mau posicionamento dentário.

Contudo, diferentemente do modelo tradicional, não há uma grande interferência na aparência do paciente, melhorando a sensação de bem-estar e amenizando uma possível resistência ao tratamento.

Existem dois tipos de aparelhos invisíveis: o fixo transparente  e o lingual.

O primeiro tem a mesma estrutura de um aparelho fixo comum, porém seus materiais são transparentes, suavizando o aspecto metálico relacionado ao tratamento.

Já o modelo lingual também tem a estrutura semelhante ao tradicional, sendo que suas técnicas de implantação são distintas, já que o lingual é utilizado na face interna do dente, mantendo contato direto com a língua.

Aparelho fixo especial

O aparelho fixo especial é utilizado para controlar o hábito de chupar o dedo ou contribuir com a melhora da língua presa, podendo apresentar certo desconforto ao paciente.

Mantenedor de espaço fixo

Em casos de perda do dente de leite de forma precoce, um protetor de espaço é colocado para manter o espaço aberto até que o dente permanente apareça.

Esse tratamento é feito por meio de uma banda cimentada ao dente seguinte ao perdido e um fio é estendido no espaço até que o dente permanente nasça.

Aparelhos móveis

Os aparelhos móveis também são usados para fazer movimentações nos dentes e para organizar as funções da boca, como deglutição, mastigação, respiração e fala.

Atualmente, um modelo que pode ser entendido como móvel e que vem se destacando é o modelo de aparelho invisível.

Isso porque além da estrutura removível que facilita os cuidados bucais, esse aparelho é produzido com um molde sob medida da arcada em materiais transparentes, o que acelera o tratamento e reduz o impacto visual.

Portanto, para quem deseja um método de tratamento ortodôntico sem afetar a aparência, o indicado é que se consulte o profissional acerca do aparelho invisível para avaliar a possibilidade de uso.

Apesar desse destaque, existem diversos aparelhos móveis, como:

Niveladores

Os aparelhos móveis niveladores estão sendo usados cada vez mais entre os adultos e servem para mover os dentes da mesma forma que os fixos, porém sem os fios de aço e braquetes.

Esse aparelho nivelador é invisível e pode ser removido no momento em que o paciente queira comer, escovar os dentes ou passar o fio dental.

Mantenedores de espaço móveis

Esse tratamento ortodôntico tem a mesma função que o mantenedor de espaço fixo, mas são feitos com uma base acrílica que é encaixada na mandíbula e têm braços de plástico ou arame entre os dentes próximos ao espaço aberto.

Aparelhos reposicionadores de mandíbula

Também chamados de talas, os aparelhos reposicionadores de mandíbula são usados no maxilar superior ou na mandíbula. Eles têm a função de exercitar a mandíbula a fechar de forma mais adequada, ajustando a mordida.

Amortecedores

Os amortecedores de lábios e bochechas têm a função de manter os lábios e bochechas afastados dos dentes, evitando mordidas e feridas.

Quando os músculos dos lábios e bochechas fazem uma pressão sobre os dentes e os amortecedores, o amortecedor dá um alívio para a arcada dentária, também minimizando pressões e movimentações.

Expansor palatino

Esse tratamento ortodôntico serve para alargar o arco da mandíbula superior. Ele é feito por meio do uso de uma placa de plástico que se encaixa sobre o céu da boca.

A pressão externa que é implicada sobre a placa e parafusos força os ossos e tecidos do palato a se abrirem para os lados, alargando a área palatina.

Contentores móveis

Os contentores móveis são colocados no céu da boca e previnem que os dentes retornem à posição inadequada.

Esse tratamento ortodôntico também pode ser utilizado para evitar que a criança chupe o dedo e cause problemas estruturais na arcada dentária futuramente.

Aparelho extrabucal

Esse aparelho consiste em uma faixa que é colocada em volta da parte de trás da cabeça, ligada a um elástico na frente ou um arco facial.

Esse tratamento ortodôntico retarda o crescimento da maxila e mantém a posição dos dentes posteriores, enquanto os inferiores são pressionados para trás.

Procedimentos estéticos

Além dos tratamentos ortodônticos com aparelho, também é possível recorrer a tratamentos estéticos por meio da odontologia.

Assim, com a contribuição dos desenvolvimentos tecnológicos, também criou-se procedimentos para melhorar a aparência do sorriso. Confira os mais procurados nas clínicas odontológicas nos tópicos a seguir:

Lente de contato

As lentes nos dentes consistem em um tratamento voltado para atender quem deseja ter um sorriso mais alinhado, bonito e claro.

Esse procedimento é muito procurado nas clínicas devido a sua praticidade, sendo muito rápido e apresentando um efeito bastante significativo.

As lentes preenchem os espaços entre os dentes, reduzindo diastemas, além de contribuir com um melhor alinhamento e até com o comprimento dental. Sua maior recorrência, no entanto, é quanto a coloração da estrutura, que passa a ser mais harmônica e “brilhante”.

Implante dentário

O implante dentário é indicado para pacientes que perderam ou extraíram o dente e sua raíz, com impossibilidade de utilizar próteses e dentaduras.

Esse procedimento consiste em colocar um pino de titânio no maxilar e tem como objetivo dar apoio para a colocação de uma peça que substituirá o dente nessa estrutura

Geralmente, os pacientes recorrem ao implante dentário quando perdem o dente devido a cáries ou após tratamento inadequado para cáries e periodontite.

Esse procedimento de colocação de prótese sobre implante dentário melhora a mastigação e a harmonia da arcada dentária, sendo considerado estético e funcional. De modo geral, usa-se peças de porcelana para isso.

Clareamento dental

O clareamento dental tem o objetivo de tirar manchas e a coloração amarela do dente. Esse procedimento também é um dos mais famosos nas clínicas odontológicas pela sua praticidade e feito.

Existem dois tipos de procedimentos: o clareamento a laser e o clareamento dental com moldeira.

O primeiro é feito no próprio consultório do dentista, que aplica o gel clareador na arcada dentária e usa o laser para que o clareamento aconteça mais rapidamente, levando em torno de uma hora.

Já o segundo, pode ser feito em casa ou no consultório, ambos com supervisão de um profissional.

Por meio de uma moldeira elaborada a partir da impressora 3D e que deve ser usada diariamente no decorrer de algumas semanas, os géis clareadores agem na estrutura, recuperando a tonalidade/cor dos dentes.

Todos os procedimentos e tratamentos ortodônticos não só devem ser acompanhados por um profissional da área, como também precisam de cuidados com higiene bucal para a manutenção correta, garantindo uma boa saúde bucal e a durabilidade dos tratamentos.

Tipos de implantes dentários e tudo sobre estes!

Os implantes dentários são, na verdade, a substituição da raiz ou raízes de um dente ausente ou ausente.

Como as raízes dos dentes, os implantes dentários estão localizados dentro do osso maxilar e não são visíveis depois de colocados cirurgicamente.

Implantes dentários

São usados ​​para fixar coroas, pontes ou próteses e são feitos de titânio, que é leve, forte e biocompatível, o que significa que não é rejeitado pelo corpo.

Tipos com base em onde são colocados
Os implantes dentários são fabricados em diferentes tamanhos, alturas e tipos, e podemos diferenciá-los dependendo de onde são colocados em relação ao osso:

Implantes endósseos

Esses implantes são colocados dentro do osso maxilar ou maxilar.

Eles são feitos de titânio e têm a forma de parafuso. Eles são o tipo de implante mais comumente usado.

Implantes subperiosteais

Esses implantes são colocados no osso logo abaixo da gengiva.

Eles consistem em uma estrutura de titânio em forma de borda de osso que é posicionada como uma sela. Este tipo de implante é frequentemente usado em pacientes que não têm osso suficiente na mandíbula e os implantes endosteais não podem ser colocados.

Eles são raramente usados ​​e são indicados apenas em pacientes com maxilares com alta reabsorção óssea.

Implantes zigomáticos

Esses implantes são colocados quando não há osso suficiente na mandíbula superior e as técnicas de regeneração óssea não são possíveis.

Eles são colocados no osso zigomático ou malar, ou seja, nas maçãs do rosto. É o procedimento mais complicado.

Benefícios dos implantes dentários

Se os dentes foram perdidos, uma boa opção de tratamento é a colocação de implantes dentários como o invisalign ( o aparelho dentário invisível). Os implantes dentários ajudam a recuperar a funcionalidade e a estética perdidas ao serem capazes de comer, mastigar, sorrir, falar corretamente e ter uma aparência completamente natural novamente.

Tudo sobre implantes dentários

Um implante dentário é um parafuso que substitui a raiz de um dente quando ele falha. Como as raízes dos dentes, os implantes dentários estão localizados na mandíbula e não são visíveis depois de colocados cirurgicamente.

Eles são usados ​​para apoiar coroas, pontes ou dentaduras e, portanto, reabilitar a ausência de um ou mais dentes.

O material do implante

Os implantes dentários são feitos de titânio, que é um material leve, forte e biocompatível, o que significa que não é rejeitado pelo corpo.

O titânio tem a propriedade de se fundir com o osso, propriedade denominada osseointegração, que é a base biológica para o sucesso dos implantes dentários.

Quem pode obter implantes

De modo geral, se você perdeu dentes, sei que é um candidato a implantes dentários. No entanto, uma boa saúde é importante, pois existem algumas condições e doenças que podem afetar o sucesso do tratamento.

Por exemplo, diabetes não controlada, câncer, radiação nas mandíbulas, tabagismo, alcoolismo ou doença periodontal não controlada podem afetar a integração dos implantes com o osso.

Como um implante é colocado

Onde e como os implantes são colocados requer uma avaliação prévia detalhada do sistema estomatognático. Isso exigirá a obtenção de registros, como modelos de estudo de mordida e boca e raios-X, que podem incluir scanners 3D. O planejamento garante que os implantes dentários possam ser colocados na posição correta no osso.

A colocação de implantes dentários requer um procedimento cirúrgico em que são feitos orifícios no osso e, em seguida, os implantes são colocados nesses locais, alcançando o contato íntimo com o osso para que ocorra a osseointegração.

Geralmente, leva de dois a seis meses para que a fusão ocorra com o osso antes que as restaurações finais possam ser colocadas sobre eles.

Como eles devem cuidar de si mesmos

Os implantes requerem manutenção. É importante manter uma boa higiene oral diária, incluindo escovação e uso do fio dental para controlar a placa.

Também é importante visitar regularmente o dentista e o higienista dental, que monitorará o estado dos implantes para garantir que a integridade da osseointegração seja estável e que as coroas, pontes ou dentaduras nos implantes funcionem corretamente.